Follow by Email

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

REMENDOS, RECORTES E COSTURAS



Leio nos jornais que as discussões políticas, visando as eleições municipais deste ano, ganharam impulso pós carnaval. Páginas e páginas recheadas de discursos, promessas, interesses de costuras para alianças futuras e, até remendos, que poderão ser necessários para tentar garantir este ou aquele político no poder ou, conquistar este poder, perdido na vez passada. Os debates em torno de nomes ocupam os espaços dos jornais em todo o Brasil. Basta uma olhada na internet e, um pouco de curiosidade, para saber como andam as discussões políticas nas mais diferentes regiões do país. E, garanto, a leitura é sempre bem interessante porque é tudo igual. Analisando as reportagens, percebo uma grande repetição de nomes que sempre resultam na alternância do poder, ou seja, nada de novo. O velho se traveste, faz pequenas mudanças como a cor e o formato de pentear os cabelos, aquele sorriso numa pose especial para a foto que vai sair nos jornais, os tradicionais apelos para que o eleitor o reconheça e estamos prontos para a eleição. Fiquemos atentos meu caro leitor e eleitor. Estamos num tempo em que o “nada de novo” está de volta a cena política; o novo sem novidades, também anda por aí. E, o que não era novo e nem apresentou novidades, tem pretensões de continuar. E lembre-se: em todos os casos a ficha tem que estar limpa.



Até a próxima

Sérgio Rodrigues

Nenhum comentário: